Casa Produtosrolamentos do movimento linear

LM, LME, tamanho dos rolamentos POM do movimento linear de LMB: 4 ~ 101.6mm para o instrumento médico

LM, LME, tamanho dos rolamentos POM do movimento linear de LMB: 4 ~ 101.6mm para o instrumento médico

    • LM , LME , LMB Linear Motion Bearings POM Size: 4 ~ 101.6mm For Medical Instrument
    • LM , LME , LMB Linear Motion Bearings POM Size: 4 ~ 101.6mm For Medical Instrument
    • LM , LME , LMB Linear Motion Bearings POM Size: 4 ~ 101.6mm For Medical Instrument
  • LM , LME , LMB Linear Motion Bearings POM Size: 4 ~ 101.6mm For Medical Instrument

    Detalhes do produto:

    Lugar de origem: China
    Marca: TOB Linear Motion Bearings
    Certificação: ISO 16949

    Condições de Pagamento e Envio:

    Quantidade de ordem mínima: Negociado
    Preço: negotiated
    Detalhes da embalagem: caixas ou páletes
    Tempo de entrega: Negociado
    Termos de pagamento: T/T.
    Habilidade da fonte: Negociado
    Contato
    Descrição de produto detalhada
    Materiais: Aço + plástico Tamanho: 4 ~ 101.6mm
    Série: LM, LME, LMB Aplicações: maquinaria da precisão, instrumento médico, produto químico, impressão, agricultura, linha de produç
    Tipo do protetor: POM Material entrante: Inspeção 100%
    Realçar:

    precision linear bearings

    ,

    flange linear bearing

     

    Rolamentos do movimento linear

    Características:

    1) Tamanho: 4 ~ 101.6mm

    2) Série: LM, LME, LMB

    3) “UU” significa os selos de borracha em ambos os lados do rolamento

    4) A série acima que inclui o tipo corrente, do afastamento do ajuste e o tipo aberto

     

    Aplicações:

    Os rolamentos de esferas do movimento linear são usados extensamente na defesa, maquinaria da precisão, instrumento médico, produto químico, impressão, agricultura, linha de produção robótico, automática e.

     

    Avaliação da carga

    Avaliação dinâmica básica da carga (c)
    Este termo está colhido baseado em uma avaliação de um número de sistemas lineares idênticos corre individualmente nas mesmas circunstâncias, se 90% delas pode correr com a carga (com um valor constante em um sentido constante) sobre 50 quilômetros sem dano causado rolando a fadiga. Esta é a base da avaliação.

    Momento estático permissível (M)
    Este termo define o valor de limite permissível da carga estática do momento, com referência à quantidade de deformação permanente similar àquela usada para a avaliação da carga avaliado básica (Co).

    Fator de segurança estático (fs)
    Este fator é usado baseou na condição da aplicação segundo as indicações da tabela 1.

    Fatores de segurança estáticos da tabela 1.
     
    Condição do uso Baixo limite de fs
    Quando o eixo tiver menos deflexão e choque 1 a 2
    Quando a deformação elástica dever ser considerada no que diz respeito à carga da pitada 2 a 4
    Quando o equipamento for sujeito à vibração e aos impactos 3 a 5


    Avaliação básica da carga estática (Co)
    Este termo define uma carga estática tais que, na posição de contato onde o esforço máximo é exercitado, a soma da deformação permanente dos elementos do rolamento e aquela do plano do rolamento é 0,0001 vezes do diâmetro dos elementos do rolamento.

     

    Vida da avaliação do sistema linear
    Contanto que o sistema linear reciprocar ao ser carregado, o esforço contínuo atua no sistema linear para causar a lasca nos corpos do rolamento e nos planos devido à fadiga material. A distância do curso do sistema linear até que a lasca do punho ocorra é chamada a vida dos sistemas. A vida do sistema varia mesmo para os sistemas do mesmo método das dimensões, da estrutura, do material, do tratamento térmico e de processamento, quando usada nas mesmas circunstâncias. Esta variação é causada das variações essenciais na fadiga material próprias. O fole definido vida da avaliação é usado como um índice para a esperança de vida do sistema linear.

     

    Vida da avaliação (L)
    A vida da avaliação está a uma distância do curso total que 90% de um grupo de sistemas do mesmo tamanho possa alcançar sem causar a lasca quando se opera sob as mesmas circunstâncias.
    A vida da avaliação pode ser obtida da seguinte equação com a avaliação dinâmica básica da carga e da carga no sistema linear:

     

    A consideração e a influência de cargas de impacto da vibração e a distribuição da carga devem ser tomadas em consideração ao projetar um sistema do movimento linear, é difícil calcular a carga real. A vida da avaliação é afetada igualmente pela temperatura de funcionamento. Nestas circunstâncias, a expressão (1) é arranjada como segue:

     

    A vida da avaliação nas horas pode ser calculada obtendo a distância do curso pelo tempo de unidade. A vida da avaliação nas horas pode ser obtida da seguinte expressão quando o comprimento de curso e o número de cursos são constantes:

     

    Fator (fH) da dureza
    O eixo deve suficientemente ser endurecido quando uma bucha linear é usada. Se não a carga corretamente endurecida, permissível é abaixada e a vida da bucha será encurtada.


    Coeficiente de temperatura (francos)
    Se a temperatura do sistema linear excede 100C, a dureza do sistema linear e do eixo abaixa para diminuir a carga permissível comparada àquela do sistema linear usado na temperatura ambiente. Em consequência, a elevação anormal da temperatura encurta a vida da avaliação.

     

     

    Coeficiente do contato (fc)
    Umas buchas geralmente dois ou mais lineares são usadas em um eixo. Assim, a carga em cada sistema linear difere segundo cada precisão de processamento. Porque as buchas lineares não são carregadas ingualmente, o número de buchas lineares pelo eixo muda a carga permissível fora do sistema.
    Coeficiente do contato da tabela 2

     
    Número de sistemas lineares pelo eixo Fc do coeficiente do contato
    1 1,00
    2 0,81
    3 0,72
    4 0,66
    5 0,61


    Coeficiente da carga (fw)
    Ao calcular a carga no sistema linear, é necessário obter exatamente o peso do objeto, a força com inércia baseou na velocidade do movimento, na carga do momento, e na cada transição com o passar do tempo. Contudo, é difícil calcular exatamente aqueles valores porque reciprocar o movimento envolve a repetição do começo e parada assim como vibração e impacto. Uma aproximação mais prática é obter o coeficiente da carga levando em conta as condições operacionais reais.
    Coeficiente da carga da tabela 3

     

    A resistência de fricção estática do sistema linear de TOB é tão baixa a respeito de seja apenas ligeiramente diferente da resistência de fricção cinética, permitindo o movimento linear suave do ponto baixo às altas velocidades. Geralmente, a resistência de fricção é expressada pela seguinte equação.

    A resistência de fricção de cada sistema linear de TOB depende do modelo, do peso da carga, da velocidade, e do lubrificante. A resistência da selagem depende da interferência e do lubrificante do bordo, apesar do peso da carga. A resistência da selagem de um sistema linear é o aproximadamente gf 200 a 500. O coeficiente de fricção depende do peso da carga, da carga do momento, e do preload. A tabela 6 mostra o coeficiente da fricção cinética de cada tipo de sistema linear qual foi instalado e lubrificado corretamente e aplicado com carga normal (P/C 0,2)
    Coeficiente da tabela 5 da fricção do sistema linear ()

     

    A variação da temperatura de trabalho ambiental para cada sistema linear de TOB depende do modelo. Consulte TOB na parte externa do uso a variação da temperatura recomendada.
    Equação da conversão da temperatura

    Temperatura de trabalho ambiental da tabela 6

     

    Usar sistemas lineares de TOB sem lubrificação aumenta a abrasão dos elementos do rolamento, gordura a esperança de vida. Os sistemas lineares de TOB exigem consequentemente a lubrificação apropriada. Para a lubrificação TOB recomenda o óleo da turbina que conforma-se aos padrões de ISO G32 a G68 ou à graxa baixa No.1 do sabão do lítio. Os sistemas lineares de algum TOB são selados para obstruir para fora a poeira e o lubrificante do selo dentro. Se usado em um ambiente áspero ou corrosivo, contudo, aplique uma tampa protetora à peça que envolve o movimento linear.

    A bucha linear de TOB consiste em um cilindro exterior, retentor da bola, bolas e dois terminam anéis. O retentor da bola que guarda as bolas na recirculação transporta guardado dentro dentro do cilindro exterior por anéis da extremidade.
    Aquelas peças são montadas para aperfeiçoar suas funções exigidas.
    O cilindro exterior é suficiente dureza mantida pelo tratamento térmico, consequentemente se assegura a bucha projetada vida do curso e durabilidade satisfatória.
    O retentor da bola é feito do aço ou da resina de sintéticos. O retentor de aço tem a rigidez alta, obtida pelo deleite de calor significado.
    O retentor da resina de sintéticos pode reduzir-se correr o ruído. O usuário pode selecionar o tipo o melhor para estar conformes as condições do serviço do usuário.

    precisão 1.High e rigidez
    A bucha linear de TOB é produzida de um cilindro exterior de aço contínuo e incorpora um retentor industrial da resina da força.

    2.Ease do conjunto
    O corrente da bucha linear de TOB pode ser carregado de todo o sentido. O controle da precisão é possível usando somente o suporte do eixo, e a superfície de montagem pode ser feita à máquina facilmente.

    3.Ease da substituição
    As buchas lineares de TOB de cada tipo são completamente permutáveis devido a seus dimensões estandardizadas e controle restrito da precisão. A substituição devido ao desgaste ou ao dano é consequentemente fácil e exata.

    4.Variety dos tipos
    TOB oferece uma linha completa de bucha linear: o único-retentor padrão, integral fechou o tipo, o tipo ajustável do afastamento e os tipos abertos. O usuário pode escolher entre destes de acordo com as exigências de aplicação ser encontrado.

    Exemplo

     

    Note que a precisão de diâmetros e de diâmetros externos inscritos do círculo para o tipo ajustável do afastamento (- AJ) e o tipo aberto (- OP) indica o valor obtido antes que o tipo correspondente esteja sujeitado a cortar o processo.

    O elevador (L) de uma bucha linear pode ser obtido da seguinte equação com a avaliação dinâmica básica da carga e a carga aplicadas ao arbusto:


    O tempo (Ln) de uma bucha linear nas horas pode ser obtido calculando a distância do curso pelo tempo de unidade. O tempo pode ser obtido da seguinte equação se o comprimento de curso e o número de cursos são constantes:

     

    A bucha linear de TOB inclui os circuitos da bola que são espaçados ingualmente e circunferencialmente. A avaliação da carga varia de acordo com a posição carregada sobre a circunferência.
    O valor a tabela da dimensão indica a avaliação da carga quando a carga é colocada sobre um circuito da bola. Se o TOB que a bucha linear é usada dois circuitos da bola carregados uniformemente, a avaliação da carga será maior. A seguinte tabela mostra os valores pelo número de circuitos da bola nesses casos:

    Tabela 1

     

    1. Obtendo a vida avaliado L e o Lh do tempo da bucha linear de TOB usada nas seguintes circunstâncias:
    Bucha linear: LM20
    Comprimento de curso: 50mm
    Número de cursos pelo minuto: 50mm
    Carga pelo arbusto: 490N
    A avaliação dinâmica básica da carga da bucha linear é 882N da tabela da dimensão. Da equação (1), consequentemente, a vida avaliado L é obtida como segue:

    Da equação (2), o Lh do tempo é obtido como segue:

    2.Selecting o tipo linear da bucha que satisfaz as seguintes circunstâncias:
    Número de bucha linear usado: 4
    Comprimento de curso: 1m
    Velocidade de viagem: 10m/min
    Número de cursos pelo minuto: 5cpm
    Tempo: 10,000hr
    Carga total: 980N
    Da equação (2), a distância do curso dentro do tempo é obtida como segue:

    Da equação (1), a avaliação dinâmica básica da carga é obtida como segue:

    Supõe o seguinte com um par de eixos cada um com as duas buchas lineares:

    Em consequência, LM30 é selecionado da tabela da dimensão como o tipo de cobrimento com arbustos linear de TOB que satisfaz o valor de C

    Quando uma bucha linear corrente de TOB é usada com um eixo, o afastamento inadequado, ajuste pode causar a falha adiantada do arbusto e/ou os pobres, viagem áspera. O arbusto linear ajustável do afastamento e o arbusto linear aberto podem ser afastamento ajustado quando montados no alojamento que pode controlar o diâmetro exterior do cilindro. Contudo, demasiado ajuste do afastamento aumenta a deformação do cilindro exterior, para afetar suas precisão e vida. Consequentemente, o afastamento apropriado entre o arbusto e o eixo, e o afastamento entre o arbusto e o alojamento são exigidos de acordo com a aplicação. As mostras da tabela 2 recomendaram o ajuste do arbusto:
    Table2

    Nota: O afastamento pode ser zero ou negativo. Por favor atenção o movimento.

    Para aperfeiçoar o desempenho da elevada precisão linear da bucha de TOB do eixo e do alojamento é exigido.

    1.Shaft
    As bolas de rolamento na bucha linear de TOB estão no contato do ponto com a superfície do eixo. Consequentemente, as dimensões do eixo, a tolerância, o revestimento de superfície, e a dureza afetam extremamente o desempenho de viagem do arbusto. O eixo deve ser fabricado com atenção devida aos seguintes pontos:
    1) Desde que o revestimento de superfície afeta criticamente o rolamento liso das bolas, moa o eixo em 1. 5 S ou melhore-o
    2) A melhor dureza do eixo é HRC 60 64. A dureza que menos do que HRC 60 diminui a vida consideravelmente, e daqui reduz a carga permissível. Por outro lado, a dureza sobre HRC 64 acelera o desgaste da bola.
    3) O diâmetro do eixo para o arbusto linear ajustável do afastamento e o arbusto linear aberto deve tanto quanto possível ser do valor mais baixo do diâmetro inscrito do círculo na tabela da especificação. Não ajuste o diâmetro do eixo ao valor superior.
    4) Zere o afastamento ou o afastamento negativo aumenta a resistência de fricção levemente. Se o afastamento negativo está demasiado apertado, a deformação do cilindro exterior tornar-se-á maior, para encurtar a vida do arbusto.

    2. Abrigo
    Há uma vasta gama de alojamento que difere no projeto, em fazer à máquina, e na montar. Para a aptidão e as formas dos alojamentos, veja a tabela 2 e a seguinte seção na montagem.

    Ao introduzir o arbusto linear no alojamento. não bata o arbusto linear no anel lateral que guarda o retentor mas aplique a circunferência do cilindro com um gabarito apropriado e introduza o arbusto do forro no abrigo à mão ou bata-o levemente dentro. (Veja Fig.1) em introduzir o eixo após ter montado o arbusto, seja cuidadoso não chocar as bolas. Note que se dois eixos são usados paralelamente, o paralelismo é a maioria de fatora importante para assegurar o movimento linear suave. Tome em ajustar os eixos.

    Exemplos da montagem
    A maneira popular de montar um arbusto linear é operá-lo com uma interferência apropriada. Recomenda-se, contudo, fazer em princípio um ajuste fraco porque de outra maneira a precisão tem tendência a para ser minimizada. Os seguintes exemplos (Figs.2 a 6) mostram a montagem do arbusto introduzido em termos do projeto e da montagem, para a referência.

     

    LM, LME, tamanho dos rolamentos POM do movimento linear de LMB: 4 ~ 101.6mm para o instrumento médico 0

    Contacto
    ZHEJIANG TOP BEARINGS CO., LTD.
    Envie sua pergunta diretamente para nós
    Outros Produtos